Imprensa Notícias Ensino em tempo integral tem início em Diamantino na Escola Brás Maimoni

14/03/2017 às 10:59

Autor: Assessoria

A educação em tempo integral em Diamantino já é uma realidade. Tiveram início, na manhã desta segunda-feira (13), as aulas da Escola Brás Maimoni, no Bairro Popino. Muitos pais e mães compareceram para prestigiar os filhos em seu primeiro dia de aula.

Donata Glorinha, assessora do ensino fundamental da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, lembra que o ensino em tempo integral é um dos objetivos da atual gestão. “Esta é uma das metas do governo do prefeito Eduardo. Já estamos cumprindo. Vai ser um início mais lento, porque é um aprendizado. Com o decorrer do tempo, vamos visitar as escolas de outras cidades que já funcionam em tempo integral. Nosso objetivo é ampliar essa modalidade para as outras escolas. Nossa expectativa de construir uma escola de melhor qualidade é muito grande”, ressaltou a professora.

Donata comenta a importância do ensino em tempo integral. “A escola em tempo integral vai trazer para os alunos muito mais conhecimento. Muito mais desenvoltura. O ensino em tempo integral trabalha com base diversificada, com esporte, música e outros projetos”, destacou.

Outra função importante do ensino em tempo integral é garantir que as crianças não fiquem ociosas, nas ruas. “Infelizmente, nas ruas, as crianças aprendem muitas coisas ruins. Desta forma, a escola vai proteger essas crianças, para que não se envolvam com coisas erradas. A gente pede aos pais que venham para a escola, acompanhem o trabalho dos professores. A gente precisa muito dos pais, participando dos conselhos, ou até mesmo como ajudante”, convidou Donata.

A diretora da Escola Brás Maimoni, Luciane Barros, disse que os professores ficaram contentes com a implantação do projeto. “Ficamos muito satisfeitos quando soubemos que esse programa seria implantado na Escola Brás Maimoni, por termos vários alunos que passam muito tempo nas ruas. Nossa intenção é que os alunos permaneçam o dia inteiro na escola, aprendendo”, ressaltou.

Mãe do Vinicius, que tem 6 anos e é aluno da 1ª série, Tânia Maria de Almeida se mostrou animada com a escola em tempo integral. “Vai ser muito bom. A mente dele vai ‘abrir’ bastante. Para ele, que gosta de estudar, vai ser ótimo. Eu estou adorando”, afirmou.

A próxima escola onde o ensino em tempo integral deve ser implementado, é a Castro Alves, na comunidade Caeté. Para isso, a Administração Municipal busca recursos para a construção de mais três salas de aula.