Publicado em: 22/08/2018 ás 09:15:00 Fonte: Assessoria de comunicação

A prefeitura de Diamantino em parceria com o governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Desenvolve MT (Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso), entregou na noite desta quarta-feira (22), 34 Títulos Definitivos do Programa Endereço Certo, para moradores da Cohab Serra Azul e Cohab Nossa Senhora da Conceição.
A cerimônia de entrega dos documentos aconteceu no Plenário da Câmara Municipal de Vereadores e contou com a presença do presidente da Desenvolve MT, José Adolpho Vieira, autoridades municipais do poder executivo, legislativo e da comunidade. 
De acordo com a secretária de Assistência Social, Wilma Mamprini, o Programa irá beneficiar 187 imóveis no município, sendo 99 na Cohab Serra Azul e 88 na Cohab Nossa Senhora da Conceição.
Em sua fala, o prefeito Eduardo Capistrano afirmou que a administração desenvolve ações concretas que visam regularizar o maior número possível de documentos de imóveis e com isso reparar uma desigualdade social imobiliária histórica que atinge mais de 50% dos imóveis da cidade. “Nós iniciamos a gestão e buscamos parcerias com o Estado para que isso acontecesse, estamos realizados neste primeiro ato de entrega de títulos em Diamantino. Vamos fazer isso até o final da nossa gestão, é um compromisso da nossa gestão. Com isso a gente vê alegria dessas pessoas em documentar o seu imóvel, com certeza esses imóveis vão se valorizar e isso é ótimo para cidade. Hoje é a realização de um sonho para pessoas que estavam desacreditadas, pessoas que estavam esperando a 30 anos pelo título, estou muito feliz por todos que receberam esse documento hoje,” pontua o prefeito.


No ato, a secretaria de Assistência Social, Wilma Mamprini, enfatizou a preocupação da gestão em ajudar o munícipio, quanto a regularização imobiliária dos mutuários de Diamantino. “A gente está trabalhando também para reorganizar o bairro da Ponte, São Benedito, Pedregal e Buriti. Já começamos o serviço de medição, porque nós queremos entregar os títulos para os moradores desses bairros. Esse governo, é o governo do social, enquanto as famílias não estiverem todas organizadas com a documentação nós não vamos descansar. Uma vez que, primeiro você tem que fazer com que as pessoas se sintam bem, sintam que o munícipio realmente se preocupou em arrumar o caminho, correu atrás e resolveu o problema, e esse é o nosso trabalho. Quero dizer para as pessoas que vamos continuar fazendo. Elas podem procurar a secretaria de Assistência Social para levar os seus documentos para que possamos providenciar, seja junto ao Desenvolve MT, Intermat ou com o próprio munícipio,” explica Wilma.
Para o Presidente da Desenvolve MT, José Adolpho Vieira, o programa vem realizando o sonho de centenas de pessoas que a décadas esperam por este momento. De acordo com o presidente, a ação no munícipio de Diamantino deve continuar ainda esse ano. “O Programa não para até o final do ano, já conversei com o prefeito Eduardo Capistrano e temos a disposição de zerar todo débito que o Estado tem com esses mutuários, no sentido do atraso. Por que há vinte anos, trinta anos, os mutuários estavam esperando este documento, é um momento do Estado pedir desculpas para esses mato-grossenses e reconhecer que a espera deles finalmente chegou ao fim,” afirma Adolpho. 
Com o documento em mãos, de acordo com o Registrador, Paulenes Cardoso da Silva, as famílias beneficiadas, devem procurar o Cartório de Registro de Imóveis para efetivar o registro do imóvel, para que o mesmo tenha validade jurídica. “O Cartório está à disposição, nós já temos equipe designada para atender essas pessoas que hoje foram comtempladas,” pontua Cardoso. 
 
A moradora, Vera Lúcia da Silva Molitor, esperava há 27 anos pelo título. Ela mora com a família há mais de duas décadas na casa, após anos de luta, agora está realizada com o tão sonhado Título Definitivo em mãos. “Para mim é uma alegria muito grande, muitas vezes eu fui atrás em Cuiabá e nunca consegui, e de repente surgiu essa oportunidade e eu nem acreditei, por que tantas vezes eu tinha ido atrás e não tinha dado em nada. E as pessoas deveriam procurar, porque não é em todo lugar que vão encontrar pessoas com vontade de ajudar, como essas que nós temos aqui em Diamantino. Eles tiveram muita boa vontade e eu agradeço muito a todas as pessoas envolvidas,” relata Vera.

Notícias relacionadas